Brasil
Acesso à Informação

Estrutura fatorial e consistência interna do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) em população urbana

Summary

This study focused on the psychometric properties of the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) among workers, evaluating internal consistency criteria for the components scales and construct validity. Evaluation of the SRQ-20 performance used data from a cross-sectional study of a representative sample of workers from Feira de Santana, Bahia State, Brazil. The construct validity was estimated by means of an exploratory factor analysis of tetrachoric correlations and multiple correspondence analysis. The Kuder-Richardson formula (KD-20) was used to evaluate the instrument's internal consistency. Factor analysis of tetrachoric correlations revealed the extraction of four factors. Cumulative explanation of variance was 59.6%. Multiple correspondence analysis identified categories according to the groupings of variables comprising the questionnaire. Overall and standardized internal consistency coefficient was 0.80. The study indicated an acceptable performance by the SRQ-20 for evaluating common mental disorders, for use in mental health screening in the workplace.

Sumário

Este estudo teve como objetivo investigar as propriedades psicométricas do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) entre trabalhadores, avaliando critérios de consistência interna das escalas componentes e a validade de construto. Para avaliação do desempenho do SRQ-20 foram utilizados dados de um estudo de corte transversal realizado numa amostra representativa dos trabalhadores de Feira de Santana, Bahia, Brasil. A validade de construto foi estimada por meio da análise fatorial exploratória de correlações tetracóricas e pela análise de correspondência múltipla. A fórmula de Kuder-Richardson (KD-20) foi empregada para avaliar a consistência interna do instrumento. A análise fatorial de correlações tetracóricas revelou a extração de quatro fatores. A proporção cumulativa de explicação da variância foi de 59,6%. Utilizando-se a análise de correspondências múltiplas foi possível identificar categorias de acordo com os agrupamentos das variáveis que compunham o questionário. O coeficiente de consistência interna geral e padronizado foi de 0,80. Este estudo aponta para um desempenho aceitável do SRQ-20 em avaliar os transtornos mentais comuns, com rastreamento da saúde mental em âmbito ocupacional.

Artigos relacionados