agario - yohoho - agario -yohoho.io unblocked agario unblocked

Brasil
Acesso à Informação

A fluoretação das águas de abastecimento público: uma análise a partir do princípio da equidade

Public water supply fluoridation: an analysis from the equity principle

Summary

Introduction: Public water supply fluoridation represents an important public health measure for preventing dental caries, and should be monitored for the fluoride content in an ideal dose, as well as in relation to its population reach with a view to reducing inequalities and providing benefits in oral health. Objective: The study evaluated the equity in the distribution of fluoridated water in the city of Manaus, AM, through therelationship between fluoride levels in the water supply of the neighborhoods that compose the city’s health districts and contextual indicators of municipal development. Method: Cross-sectional ecological study that was performed from 2016 to 2018. Water samples were collected monthly from each health district, whose fluoride concentrations were determined using a specific electrode. Municipal Human Development Index (MHDI), infant mortality, number of children out of school and life expectancy represented the municipality’s contextual indicators, obtained from the Human Development Atlas in Brazil. Data were submitted to a descriptive analysis, bivariate statistics and spatial analysis. Results: A large variation in fluoride levels was found in the analyzed samples, of which 50.02% showed inadequate fluoride concentrations and the highest concentrations predominated in the samples collected in the second half of the year. The spatial distribution indicated that the neighborhoods with the best MHDI values, infant mortality, number of children out of school and life expectancy had a better concentration of fluoride in the water supply. Conclusions: The lack of equity in the distribution of fluoridated water is evident, suggesting that access to fluoridated  water reflects the social inequalities present in the city itself.

Sumário

Introdução: A fluoretação das águas de abastecimento público representa uma importante medida de saúde pública para prevenção da cárie dentária, devendo ser monitorada quanto ao teor de fluoreto em dose ideal, bem como em relação ao seu alcance populacional na perspectiva de reduzir as desigualdades e proporcionar benefícios em saúde bucal. Objetivo: O estudo avaliou a equidade na distribuição de água fluoretada na cidade de Manaus/AM, por meio da relação entre indicadores contextuais de desenvolvimento municipal e os teores de fluoreto na água de abastecimento dos bairros que compõem os distritos sanitários da cidade. Método: Realizou-se estudo ecológico transversal no período de 2016 a 2018. Amostras de água foram coletadas mensalmente de cada distrito sanitário, cujas concentrações de fluoreto foram determinadas utilizando-se um eletrodo específico. Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), mortalidade Infantil, número de crianças fora da escola e expectativa de vida representaram os indicadores contextuais do município, obtidos a partir do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Os dados foram submetidos a uma análise descritiva, estatística bivariada e análise espacial. Resultados: Observou-se grande variação nos teores de fluoreto das amostras, das quais 50,02% apresentaram concentrações de fluoreto inadequadas e as maiores concentrações predominaram nas amostras coletadas no segundo semestre do ano. A distribuição espacial indicou que os bairros com melhores valores de IDHM,  mortalidade infantil, número de crianças fora da escola e expectativa de vida apresentaram melhor concentração de fluoreto na água de abastecimento. Conclusões: Evidenciou-se a ausência de equidade na distribuição de água fluoretada, sugerindo que o acesso à água fluoretada reflete as desigualdades sociais presentes na própria cidade.

Artigos relacionados