Brasil
Acesso à Informação

Trajetórias negras é tema de evento aberto na Fiocruz

07/03/2019
O Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz promove o evento para marcar o Dia Internacional da Mulher.
Por Erika Farias (CCS/Fiocruz)

 

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher (8/3), a Fiocruz, por meio do Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fundação, promove, no dia 12 de março, às 9h, na Tenda da Ciência Virgínia Schall, a terceira edição do evento Trajetórias Negras. O encontro, que terá a mediação de Roseli Rocha, pesquisadora do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) e coordenadora colegiada do Comitê, contará com a participação da diretora do Instituto Gonçalo Moniz (IGM/Fiocruz Bahia), Marilda Gonçalves e da diretora do Instituto René Rachou (IRR/Fiocruz Minas), Zélia Profeta.

O objetivo do evento é debater o racismo institucional, que coloca pessoas de grupos raciais ou étnicos discriminados em situação de desvantagem no acesso a benefícios gerados pelo Estado e por demais instituições. É uma oportunidade de falar, ouvir e ser ouvido, em uma roda de conversa aberta ao público. O evento contará com interpretação em libras.

A roda de conversa Trajetórias Negras é uma atividade que integra os 21 dias de Ativismo Contra o Racismo. Criado em 2017, o movimento faz menção ao dia 21 de março de 1960, quando, por consequência do Apartheid, regime de segregação racial da África do Sul, 20 mil negros protestavam contra uma lei que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles poderiam transitar na cidade. Como forma de repressão, tropas do exército abriram fogo sobre a multidão, matando 69 pessoas e deixando 186 feridas. O evento ficou conhecido como Massacre de Shaperville e, em memória das vítimas, foi instituído pela ONU o Dia Internacional Pela Eliminação da Discriminação Racial, em 21 de março.

Pelo terceiro ano seguido, diversas entidades do Rio de Janeiro têm integrado a ação, que acontece em 2019 de 7 a 27 de março, por meio de palestras, marchas, encontros ou qualquer outra atividade que fortaleça a luta contra o racismo, sexismo e todas as formas de opressão e exploração.

 

Trajetórias Negras
Data: 12/3/2019
Horário: 9h
Local: Tenda da Ciência Virgínia Schall (Av. Brasil, 4365, Manguinhos – Rio de Janeiro – CEP: 21040-360)