Brasil
Acesso à Informação

Cursos técnicos pós-médios: análise das possíveis relações com o fenômeno de contenção da demanda pelo ensino superior

Summary

It is possible to view the separation between secondary schooling and professional education as a movement that, once more, aims at keeping away from the State Universities the increasingly greater number of students that complete secondary education. With the help of a survey of the school trajectory of students that attended technical post-secondary courses in the Federal technical schools and in the National Service of Industrial Learning (SENAI) of Rio de Janeiro in the years 1999/2000, we analyse here the non-manifest character of the guidelines for professional education expressed in the Federal Law 2208/97. Once again, this document reflects the Government's attempt to reduce the number of places in State Universities. The experience of the students attending the technical post-secondary courses that were being ministered in the federal technical schools and at the SENAI in the city of Rio de Janeiro uninterruptedly during the late years of the 20th century can help us to understand the intentions behind the separation of secondary education from technical-level professional education and the possible repercussions of this separation for a large number of students now leaving secondary school.

Sumário

Pode-se interpretar a separação entre o ensino médio e a educação profissional como um movimento que objetiva, mais uma vez, livrar a universidade pública do atendimento de contingentes cada vez maiores de alunos que concluem o ensino médio. Analisa-se, aqui, o caráter não-manifesto das orientações para a educação profissional expressas por meio do Decreto Federal 2.208/97, a partir do levantamento dos percursos escolares dos alunos que freqüentaram os cursos técnicos pós-médios nas escolas técnicas federais e no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Rio de Janeiro, nos anos de 1999 e 2000. Este documento indica, mais uma vez, uma tentativa do governo em conter o número de matrículas para o ensino superior público. A realidade dos alunos dos cursos técnicos pós-médios na cidade do Rio de Janeiro, ministrados de forma contínua em escolas técnicas federais e no SENAI nos anos finais do século XX, contribui para refletirmos sobre as intenções e possíveis repercussões da separação do ensino médio da educação profissional de nível técnico para boa parte dos alunos egressos do ensino médio.

Artigos relacionados