Brasil
Acesso à Informação

O profissional de educação física e a promoção da saúde em núcleos de apoio à saúde da família

Summary

Abstract Today, the family health support centers are a locus for the insertion of the physical education professional in primary health care. This fact has introduced new challenges to the work of this professional, such as the undertaking of health promotion activities at the individual and collective levels. This study aimed to analyze the actions taken by such a professional at these centers in the state of Minas Gerais, Brazil, in 2015 with 15 participants. This was a qualitative, exploratory study, which used the documentary research and focus groups as data collection instruments. The results showed different and complementary conceptions about the health promotion concept and the undertaking of comprehensive and diversified promotion actions together with the team and the community. Factors such as the reorientation of the model of health, community participation, the appreciation of multidisciplinary and intersectoral work, and government incentives for physical activity practices were identified as facilitators to carry out these actions. The greatest perceived difficulties included the lack of infrastructure and training and the conception of other professionals, still focused on individual clinical actions to the detriment of collective actions to promote health.

Sumário

Resumo Os núcleos de apoio à saúde da família configuram-se hoje como um lócus de inserção do profissional de educação física na atenção primária à saúde. Esse fato trouxe novos desafios à atuação desse profissional, como a realização de ações de promoção da saúde nos âmbitos individual e coletivo. O objetivo deste artigo foi analisar as ações realizadas por tal profissional nesses núcleos no estado de Minas Gerais, em 2015. Tratou-se de pesquisa qualitativa e exploratória, que utilizou a pesquisa documental e grupos focais com 15 participantes como instrumentos de coleta de dados. Os resultados demonstraram diferentes e complementares concepções acerca do conceito de promoção da saúde e a realização de ações de promoção abrangentes, diversificadas e em conjunto com a equipe e a comunidade. Fatores como a reorientação do modelo de saúde, a participação da comunidade, a valorização do trabalho multiprofissional e intersetorial e o incentivo governamental para as práticas de atividades físicas foram apontados como facilitadores para a realização dessas ações. Entre as dificuldades, destacaram-se a falta de infraestrutura e de capacitação e a concepção dos demais profissionais, ainda voltada para as ações clínicas individuais, em detrimento de ações coletivas de promoção da saúde.

Resumen

Resumen Los núcleos de apoyo a la salud de la familia se configuran hoy como un locus de inserción del profesional de educación física en la atención primaria a la salud. Este hecho trajo nuevos desafíos a la actuación de este profesional, como la realización de acciones de promoción de salud en ámbitos individuales y colectivos. El objetivo del artículo es analizar las acciones realizadas por dicho profesional, en esos núcleos, en el estado de Minas Gerais, Brasil, en 2015. Se trata de una investigación cualitativa y exploratoria, que utilizó la búsqueda documental y grupos focales con 15 participantes como instrumentos de recolección de datos. Los resultados demostraron concepciones distintas y complementarias acerca del concepto de promoción de la salud y la realización de acciones de promoción abarcativas, diversificadas y en conjunto con el equipo y la comunidad. La reorientación del modelo de salud, la participación de la comunidad, la valoración del trabajo multiprofesional e intersectorial y el incentivo gubernamental para la práctica de actividades físicas fueron señalados como elementos que facilitan la realización de estas acciones. Entre las dificultades, se destacaron la falta de infraestructura y de capacitación, así como la concepción de los demás profesionales, aún dirigidas hacia acciones clínicas individuales, en detrimento de acciones colectivas de promociones de salud.

Artigos relacionados