Brasil
Acesso à Informação

Seleção do Portal de Periódicos Fiocruz: Dia Mundial de Luta contra a Aids (1/12)

01/12/2016

Confira uma lista de artigos sobre Aids e doenças sexualmente transmissíveis, publicados nas revistas científicas editadas pela Fiocruz

Por Portal de Periódicos Fiocruz

No Dia Mundial de Luta Contra a Aids (1/12), o Portal de Periódicos Fiocruz traz uma seleção de artigos publicados nas revistas científicas da instituição. Acesse!
 

Aids é coisa séria! - Humor e saúde: análise dos cartuns inscritos na I Bienal Internacional de Humor, 1997

A partir de análise baseada na semiótica de Peirce de um extenso corpus formado por cartuns sobre a Aids, discute-se a relação entre o riso e a coisa trágica. Tal análise pressupõe a conceituação do cartum como discurso gráfico e a conseqüente delimitação de seu modo de ser, centrado na necessidade do fazer-rir. O cartum sobre Aids propicia, ainda, a definição das atividades e intenções do cartunista e, de modo indireto, uma visão geral acerca do imaginário social sobre a doença. Finalmente, o estudo aprofunda a discussão sobre o riso e o humor como ferramentas de comunicação ou pedagógicas.

A non-enteric Adenovirus A12 gastroenteritis outbreak in Rio de Janeiro, Brazil

A gastroenteritis outbreak that occurred in 2013 in a low-income community in Rio de Janeiro was investigated for the presence of enteric viruses, including species A rotavirus (RVA), norovirus (NoV), astrovirus (HAstV), bocavirus (HBoV), aichivirus (AiV), and adenovirus (HAdV). Five of nine stool samples (83%) from patients were positive for HAdV, and no other enteric viruses were detected. Polymerase chain reaction products were sequenced and subjected to phylogenetic analysis, which revealed four strains and one strain of non-enteric HAdV-A12 and HAdV-F41, respectively. The HAdV-A12 nucleotide sequences shared 100% nucleotide similarity. Viral load was assessed using a TaqMan real-time PCR assay. Stool samples that were positive for HAdV-A12 had high viral loads (mean 1.9 X 107 DNA copies/g stool). All four patients with HAdV-A12 were < 25 months of age and had symptoms of fever and diarrhoea. Evaluation of enteric virus outbreaks allows the characterisation of novel or unique diarrhoea-associated viruses in regions where RVA vaccination is routinely performed.

As representações e os sentidos do silêncio nas experiências de mulheres que vivem com HIV/Aids

Este artigo busca discutir os resultados da pesquisa “Mulheres e aids: silêncio e silenciamento”, que se empenhou em compreender os sentidos do silêncio nas experiências de mulheres que vivem com HIV/Aids, lançando luz à ideia de que o silêncio é uma mediação, uma vez que ele implica em expressão de sentidos e de ação social. Nesta perspectiva, procurou-se responder: o que é incomunicado por mulheres que vivem com HIV/Aids e quais os sentidos produzidos por essa incomunicação? Para tanto, foram realizadas entrevistas em profundidade, além de ter sido utilizado o método de observação participante do Grupo de Mulheres que vive e convive com HIV/Aids e se reúne na ONG Grupo Pela Vidda - Rio de Janeiro. Foram traçados, ainda, mapas do mercado simbólico, visando pensar os fluxos e atores da prática discursiva dessas mulheres. A partir do estudo, verifica-se que o cenário da epidemia em mulheres ainda é permeado por silêncios relacionados com as implicações da estigmatização referentes à doença. Porém, não obstante essa realidade, as mulheres que vivem com HIV/Aids buscam espaços alternativos para manifestarem seus dramas.

Avaliação da cascata de cuidado na prevenção da transmissão vertical do HIV no Brasil

Este estudo teve por objetivo avaliar a cascata de cuidado da redução da transmissão vertical do HIV nos estados do Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal, usando dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Entre os anos de 2007 e 2012, cresceu a taxa de detecção de HIV na gestação em 5 estados, variando de 7,3% no Distrito Federal a 46,1% no Amazonas, com redução de 18,6% no Rio de Janeiro. Menos de 90% das mulheres usaram antirretroviral durante o pré-natal, incluídas as que já se sabiam portadoras do HIV. A realização de cesárea eletiva foi baixa. A taxa de detecção de AIDS em crianças menores de 5 anos como proxy da transmissão vertical do HIV apresentou uma redução de 6,3% entre 2007 e 2012, sendo a maior no Rio Grande do Sul (50%), que apresentou as maiores taxas do período, enquanto no Espírito Santo ocorreu o maior aumento (50%). A avaliação da cascata do cuidado do HIV na gestante apontou falhas em todos os pontos. É necessária uma conexão entre a atenção básica e os centros de referência para HIV/AIDS, ordenando o cuidado da família e o melhor desfecho para a criança.

Bonafide, type-specific Human Papillomavirus persistence among HIV-positive pregnant women: predictive value for cytological abnormalities, a longitudinal cohort study

This study investigated the rate of human papillomavirus (HPV) persistence, associated risk factors, and predictors of cytological alteration outcomes in a cohort of human immunodeficiency virus-infected pregnant women over an 18-month period. HPV was typed through L1 gene sequencing in cervical smears collected during gestation and at 12 months after delivery. Outcomes were defined as nonpersistence (clearance of the HPV in the 2nd sample), re-infection (detection of different types of HPV in the 2 samples), and type-specific HPV persistence (the same HPV type found in both samples). An unfavourable cytological outcome was considered when the second exam showed progression to squamous intraepithelial lesion or high squamous intraepithelial lesion. Ninety patients were studied. HPV DNA persistence occurred in 50% of the cases composed of type-specific persistence (30%) or re-infection (20%). A low CD4+T-cell count at entry was a risk factor for type-specific, re-infection, or HPV DNA persistence. The odds ratio (OR) was almost three times higher in the type-specific group when compared with the re-infection group (OR = 2.8; 95% confidence interval: 0.43-22.79). Our findings show that bonafide (type-specific) HPV persistence is a stronger predictor for the development of cytological abnormalities, highlighting the need for HPV typing as opposed to HPV DNA testing in the clinical setting.

Computational drug design strategies applied to the modelling of Human Immunodeficiency Virus-1 reverse transcriptase inhibitors

Reverse transcriptase (RT) is a multifunctional enzyme in the human immunodeficiency virus (HIV)-1 life cycle and represents a primary target for drug discovery efforts against HIV-1 infection. Two classes of RT inhibitors, the nucleoside RT inhibitors (NRTIs) and the nonnucleoside transcriptase inhibitors are prominently used in the highly active antiretroviral therapy in combination with other anti-HIV drugs. However, the rapid emergence of drug-resistant viral strains has limited the successful rate of the anti-HIV agents. Computational methods are a significant part of the drug design process and indispensable to study drug resistance. In this review, recent advances in computer-aided drug design for the rational design of new compounds against HIV-1 RT using methods such as molecular docking, molecular dynamics, free energy calculations, quantitative structure-activity relationships, pharmacophore modelling and absorption, distribution, metabolism, excretion and toxicity prediction are discussed. Successful applications of these methodologies are also highlighted.

Mortality related to Tuberculosis-HIV/Aids co-infection in Brazil, 2000-2011: epidemiological patterns and time trends

A coinfecção tuberculose (TB)-HIV/AIDS é um problema de saúde pública persistente no Brasil. Neste estudo, descrevem-se padrões epidemiológicos e tendências temporais da mortalidade relacionada à coinfecção TB-HIV/AIDS. Baseado em dados de mortalidade de 2000-2011 (quase 12,5 milhões de mortes), foram analisados 19.815 óbitos relacionados à coinfecção. O coeficiente médio de mortalidade padronizado por idade foi de 0,97 óbitos/100 mil habitantes. Os maiores coeficientes de mortalidade foram verificados no sexo masculino, grupos etários economicamente produtivos, raça/cor negra e residentes da Região Sul. Houve diminuição significativa dos coeficientes de mortalidade em nível nacional (variação percentual anual média: -1,7%; IC95%: -2,4; -1,0), com diferentes padrões entre regiões: aumento nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste, redução na Sudeste e estabilização na Sul. A integração estratégica dos programas de controle de TB-HIV/AIDS é fundamental para reduzir a carga de mortalidade relacionada à coinfecção no Brasil.

Mind the gap: implementation challenges break the link between HIV/Aids research and practice

Estratégias de amostragem como respondent-driven sampling (RDS) e time-location sampling (TLS) são importantes opções metodológicas para acessar populações chaves para a epidemia de HIV/AIDS como homens que fazem sexo com homens (HSH) e mulheres transexuais. Porém são poucos os estudos que avaliam desafios de implementação desses métodos. Objetivamos apresentar os principais desafios na implementação dos RDS no Brasil e TLS no Peru. No Brasil, o local da pesquisa, a seleção das sementes, e o tipo de ressarcimento foram desafios na implementação do RDS-HSH. E no Peru, as questões geográficas, preocupações com segurança, e o tempo necessário para participar no estudo complicaram o TLS com HSH e mulheres transexuais. Pesquisa formativa, participação das populações chaves em todas as fases da pesquisa, e transparência no desenvolvimento do estudo são necessários para utilização prática dos resultados. Melhorar a implementação dessas pesquisas pode contribuir para aumentar o acesso aos serviços de prevenção e controle do HIV/AIDS entre aqueles que mais precisam.

Reabrindo a 'caixa-preta': rupturas e continuidades no discurso sobre Aids nos Estados Unidos (1987-98)

O artigo pretende examinar o ideário e as práticas do Aids Coalition to Unleash Power (ACT UP/NY). Busca, de modo mais amplo, problematizar questões relativas à constituição de pensamento e práticas científicas relativas à Aids nos Estados Unidos. Foram pesquisados documentos impressos e eletrônicos do grupo. Concluiu-se que, após um período de maior radicalização, o ACT UP assumiu uma postura menos confrontacional.Para tanto contribuíram, entre outros fatores, mudanças na conjuntura política norte-americana no início da década de 1990 e dissensões internas. Os dados analisados permitem afirmar que o grupo obteve significativas vitórias na esfera da produção e acesso a medicamentos para o tratamento da Aids. Permitem, outrossim, indicar mudanças parciais na disputa pelo monopólio das 'verdades' sobre a doença.

Registro, incorporação tecnológica e produção pública de medicamento: estudo sobre o atazanavir

O Brasil foi um dos primeiros países do Sul Global a incluir em suas políticas de saúde pública robustas medidas de controle contra a epidemia de HIV/Aids. Assim, em 2015, cerca de 450 mil pacientes encontravam-se em tratamento no Sistema Único de Saúde. O registro sanitário é uma etapa crucial para entrada do medicamento no mercado nacional, configurando elemento muito favorável ao acesso. Vários setores da sociedade, ainda que baseados em interesses diversos, atuam em prol da incorporação de novas tecnologias que acabam por pesar favoravelmente no controle da epidemia. Nesse trabalho, por meio de um estudo documental descritivo, foi discutido o ciclo do antirretroviral atazanavir, entendido como um ciclo que envolve a seleção do medicamento pelo consenso terapêutico, o registro sanitário e a definição das estratégias de incorporação tecnológica para a produção nacional do medicamento. O registro do atazanavir no Brasil foi concedido em 2003, três meses após ter sido obtido no FDA e cinco meses e meio antes de ser concedido na Europa. Esses fatores resultaram em sua rápida inclusão nas recomendações no consenso terapêutico brasileiro, que o adotou como medicamento preferencial (1ª escolha), em 2004. Ademais, o atazanavir se tornou objeto de uma parceria público privada para o desenvolvimento do produto, dentro da política hegemônica de incorporação de novas tecnologias em saúde definida pelo Ministério da Saúde, a chamada Política para o Desenvolvimento Produtivo (PDP).

 

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.