Brasil
Acesso à Informação

SciELO celebra os 20 anos com conferência internacional

26/09/2018

Representantes da Fiocruz participam do evento, debatendo questões que envolvem as publicações e a comunicação científica, com foco na transição para a ciência aberta

Por Flávia Lobato (Portal de Periódicos Fiocruz)

Abel Packer, co-fundador da SciELO, diretor do Programa SciELO/Fapesp e
coordenador da Semana SciELO 20 Anos 


Foi aberta hoje (26/9), às 11h, em São Paulo, a Conferência SciELO 20 anos, que abordará e debaterá – até o próximo dia 28 – as principais questões que definem o estado da arte da comunicação científica, tendências e inovações que estão moldando o futuro da publicação científica aberta, e as relações com os periódicos em acesso aberto, em especial os da Rede SciELO.

Além de celebrar o marco, o evento visa promover o avanço da globalização da comunicação científica e do movimento de acesso aberto de modo inclusivo em relação às diversidades de áreas temáticas, geográficas e idiomas da pesquisa científica.

O programa da Conferência está estruturado em quatro linhas temáticas: Temas chave na transição para a ciência aberta, Globalização e a universalização do acesso aberto, A publicação de periódicos e a transição para a ciência aberta e Avaliação da contribuição social e científica dos periódicos.

Gestores, editores e profissionais das revistas científicas editadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) estão participando do evento em grupos de trabalho da Rede SciELO e também coordenando ou fazendo apresentações em painéis. E a equipe do Portal de Periódicos Fiocruz, é claro, está acompanhando o debate sobre desafios e tendências apresentados durante a Conferência, compartilhando e amplificando as principais discussões junto ao público.
 

Rede SciELO discute práticas editoriais recomendadas e transição para a ciência aberta

Nos dias 24 e 25 de setembro, os membros da Rede SciELO se reuniram em oito grupos de trabalho, para debater e apresentar propostas em torno do tema Práticas editoriais recomendadas e transição para a ciência aberta. Eles debateram o desempenho dos periódicos e o aperfeiçoamento do Programa SciELO, a fim de pensar no seu desenvolvimento para os próximos cinco anos.

A maioria dos representantes da Fiocruz participou do GT3, que tratou de Relevância dos periódicos de saúde coletiva em informar a pesquisa, a educação, os serviços de saúde e a cidadania. A editora da Claude Pirmez, da revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, contribuiu com o GT5, que abordou Inovações na publicação científica e o futuro dos periódicos e da avaliação por pares. Já a editora de conteúdo do Portal de Periódicos Fiocruz, integrou o GT7 sobre Portais institucionais de periódicos e a transição para a ciência aberta.
 


Editores da Fiocruz debatem questões relacionadas à saúde coletiva na
reunião da Rede SciELO, realizada nos dois primeiros dias da Conferência
 

Nos próximos dias, os participantes continuarão a debater práticas da ciência aberta, como a publicação dos dados das pesquisas, o aceleramento dos processos editoriais e de comunicação por meio da publicação contínua dos artigos e adoção de preprints, maximização da transparência nos processos de avaliação e fluxos de comunicação, e a busca por sistemas mais abrangentes para a avaliação de pesquisas, artigos e periódicos.

Continue acompanhando os destaques da Conferência SciELO 20 anos, nos próximos dias, acessando no Portal de Periódicos Fiocruz.

 

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.