Brasil
Acesso à Informação

Revista Memórias do IOC alcança fator de impacto recorde em sua trajetória

22/06/2017

Periódico científico mais citado da América Latina atinge o índice de 2.605. A marca reflete o processo de internacionalização da revista, disponível em acesso aberto pela internet

Por IOC/Fiocruz


A revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz um dos mais tradicionais periódicos científicos brasileiros atingiu fator de impacto 2.605, um recorde em sua trajetória, alcançando a liderança na América Latina entre as revistas científicas avaliadas no ranking. O periódico também foi o mais citado entre as publicações de países latino-americanos em 2016, superando a marca de seis mil referências publicadas em artigos científicos. Os dados - que mostram a qualidade, o reconhecimento e o alcance internacional da revista - foram divulgados pela empresa Thomson Reuters, responsável pelo relatório com indicadores de relevância de publicações científicas em todo o mundo. “Esse desempenho histórico, o mais positivo já alcançado pela revista, sem dúvida é resultado de uma rede de pessoas que se empenham no processo crescente de internacionalização da revista, de aperfeiçoamento de seus protocolos de garantia da ética na publicação e da editoria criteriosa para os artigos que são publicados”, destacou a editora-chefe da publicação, a pesquisadora Claude Pirmez.

Quando comparada com outras revistas do mundo, a publicação também é destaque na área de Medicina Tropical, com o 4º maior fator de impacto, e o 7º lugar em número de citações. Já entre os periódicos da área da Parasitologia, Memórias está entre as 12 mais citadas e de maior fator de impacto. “Existe um componente recente com papel fundamental para esse resultado: o protocolo de fast track, que consiste na publicação acelerada, em até 24 horas após a submissão, de artigos em temas críticos da saúde pública, como foi adotado para zika, chikungunya e, no início de 2016, febre amarela. Tudo isso, é claro, sem abrir mão da gratuidade para acesso e para publicação, que é um dos alicerces da revista”, pontuou Claude.

Criada por Oswaldo Cruz em 1909, a revista Memórias possui acesso e publicação gratuitos. A submissão online de artigos conta com o sistema DOI, um identificador internacional de artigos científicos, que confere mais credibilidade ao seu conteúdo. Todo o material publicado em suas páginas pode ser acessado pelo site. O acervo histórico da publicação está disponível digitalizado, desde a primeira edição. Recentemente, todos os seus artigos passaram, também, a estar disponíveis para busca nos bancos de dados do Scielo e do Pubmed, permitindo o acesso de pesquisadores de todo o mundo.
 

Sobre o cálculo do fator de impacto

O número total de citações e o cálculo do fator de impacto levam em consideração as referências ao periódico presentes na base de dados Journal Citation Reports, organizada pela Thomson Reuters. O fator de impacto é calculado dividindo as citações à publicação pelo número total de itens citáveis, incluindo artigos e revisões, publicados no periódico nos últimos dois anos.

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.