Brasil
Acesso à Informação

Primeiro artigo assinado por uma mulher nas Memórias do IOC é agora resgatado

06/11/2019

De 1938, o artigo sobre Leishmaniose Visceral Americana foi assinado, entre outros autores, por Maria José von Paumgartten — mais tarde Maria José von Paumgartten Deane

Por Memórias do IOC


Memórias das Memórias: o primeiro artigo assinado por uma mulher na revista editada pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) é agora resgatado. De 1938, o artigo sobre Leishmaniose Visceral Americana foi assinado, entre outros autores, por Maria José von Paumgartten — mais tarde Maria José von Paumgartten Deane.

Vale a pena revisitar o trabalho, escrito em português. Traz uma deliciosa história sobre o relatório dos trabalhos realizados pela comissão encarregada por Evandro Chagas e que reuniu comissões do IOC e do Instituto de Pathologia Experimental do Norte.

No relato, além dos dados científicos, descrevem ainda o espírito filantrópico de Guilherme Guinle e o papel da Aviação Militar Brasileira no transporte dos pesquisadores e do material científico.

Os autores narram desde dados sobre a moléstia, a classificação de uma nova espécie de parasita, o perfil epidemiológico, o mecanismo de transmissão, além de fotos que valem a pena serem conferidas.

Acesse o artigo aqui!

Quer saber mais? Acesse as abas abaixo para ler outros conteúdos relacionados a protagonismo feminino na ciência, leishmanioses, e história da ciência e da saúde no Brasil.

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.