Brasil
Acesso à Informação

Nova edição da Revista Trabalho, Educação e Saúde traz análise do legado de Alma-Ata

04/10/2018

O pesquisador Marcos Cueto assina artigo em que avalia os 40 anos da histórica Conferência Internacional sobre Atenção Primária em Saúde

Por Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) | Foto: Images - Health For All - NCBI Bookshelf


A terceira edição do ano de Trabalho, Educação e Saúde (vol. 16, n. 3, set-dez/2018), revista científica editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), traz uma análise crítica do legado de Alma-Ata, 40 anos depois da histórica Conferência Internacional sobre Atenção Primária em Saúde. O artigo é assinado por Marcos Cueto, editor científico da revista História, Ciências, Saúde Manguinhos, e pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), onde ministra disciplinas de história da saúde na América Latina e de história da saúde internacional.

A declaração de Alma-Ata leva o nome da cidade onde a conferência foi realizada, em setembro de 1978, no Cazaquistão. O país sediará, neste mês de outubro, a Conferência Global sobre Atenção Primária em Saúde — desta vez, na cidade de Astana.

Entre os artigos deste número, também se destacam:


Além disso, a revista aborda temas como Estratégia Saúde da Família e práticas curativistas, formação em saúde e exploração e sofrimento mental de professores na rede de ensino do Paraná.

 

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.