Brasil
Acesso à Informação

Método sem custo para diagnosticar leishmaniose visceral em cães é destaque na revista Memórias

03/02/2017

Objetivo dos pesquisadores é ajudar os veterinários a identificar a doença de forma confiável

Por Maíra Menezes (IOC/Fiocruz)


Considerando os desafios para o diagnóstico da leishmaniose visceral canina nos locais com carência de recursos para a realização de testes laboratoriais, pesquisadores desenvolveram um método baseado na avaliação dos sinais clínicos apresentados pelos animais. A ideia é estabelecer uma metodologia sem custo que possa ajudar os veterinários a identificar a doença de forma confiável. O estudo realizado por cientistas do Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz (Fiocruz Bahia), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Investigação em Imunologia é um dos destaques da revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (vol. 112, n. 1, jan/2017), que pode ser acessada gratuitamente online.

O diagnóstico dos cães é importante na medida em que o ciclo da forma humana da doença envolve esses animais. O método tem como base a avaliação da presença, ausência ou intensidade de 14 sinais clínicos da leishmaniose visceral canina, incluindo manifestações sistêmicas, de pele e oculares. Cada sinal ganha uma pontuação, gerando uma nota final, que varia entre 0 e 19. Analisando as pontuações observadas em 56 animais com diagnóstico laboratorial confirmado da doença e outros 129 com resultado negativo para o agravo, os pesquisadores identificaram que notas a partir de 6 podem ser consideradas para indicar o diagnóstico da leishmaniose visceral canina. Segundo os cientistas, testes envolvendo um número ainda maior de animais devem contribuir para confirmar a sensibilidade e especificidade do método. Considerando a grande dificuldade para realizar testes sorológicos e de cultura em muitas áreas endêmicas, a ferramenta pode se tornar uma aliada importante de veterinários.

Acesse o artigo Scoring clinical signs can help diagnose canine visceral leishmaniasis in a highly endemic area in brazil.

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.