Brasil
Acesso à Informação

Documentário resgata os primeiros filmes científicos brasileiros

23/02/2016

Cinematógrafo brasileiro em Dresden traz imagens de época sobre o combate à febre amarela e a recém-descoberta doença de Chagas.

Com imagens de época e entrevistas com pesquisadores de história da saúde e do cinema, o documentário Cinematógrafo brasileiro em Dresden resgata dois filmes exibidos em 1911 no pavilhão brasileiro da Exposição Internacional de Higiene em Dresden (Alemanha). Tematizando o combate à febre amarela no Rio de Janeiro e a recém-descoberta doença de Chagas em Lassance (MG), estes são os primeiros filmes científicos brasileiros conhecidos, e marcam o pioneirismo do Brasil e do Instituto Oswaldo Cruz na utilização de imagens em movimento na comunicação e informação em saúde.
 

Instituição: 
VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz
Autoria: 
Roteiro e direção: Eduardo Thielen e Stella Oswaldo Cruz Penido

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.