Brasil
Acesso à Informação

Diabéticos podem ser mais propensos a infecções provocadas pelo fungo 'Candida albicans'

Pesquisadores descobriram que alimentos com frutose podem prevenir a candidíase de se desenvolver em locais da cavidade oral, e que a concentração de glicose está diretamente relacionada ao crescimento deste fungo

14/09/2017
Por Memórias do IOC

 

Qualquer um pode ser infectado por Candida albicans (CA), mas parece que os diabéticos são mais propensos a este tipo de fungo que pode povoar locais como a boca, o esôfago, o intestino, o ânus, a vagina e o pênis.

Em sua nova edição (vol. 112, n. 9, set/2017), a revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz traz um artigo sobre o tema, assinado por um grupo de pesquisadores da Romênia em colaboração com italianos. Eles descobriram que os alimentos contendo frutose (açúcar das frutas) podem prevenir o desenvolvimento da candidíase em locais da cavidade oral. Além disso, verificaram que a concentração de glicose está diretamente relacionada ao crescimento da CA.

A correlação entre Candida albincans e diabéticos já era bem conhecida, mas este estudo é importante porque é um primeiro passo para elucidar os mecanismos.

Os pesquisadores ainda avaliaram diferentes concentrações de glicose e o crescimento deste fungo. A glicose e a frutose são dois dos principais componentes fisiopatológicos e nutricionais de pacientes diabéticos. Com isso, os pesquisadores tentaram melhor compreender a estratégia de aquisição de nutrientes e sua possível relação com o estado hiperglicêmico de pacientes diabéticos.

Leia o artigo na íntegra aqui no Portal de Periódicos Fiocruz.

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.