Brasil
Acesso à Informação

Biodiversidade e inovação

27/08/2015

A Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos do SUS é tema do Bate Papo na Saúde, com Glauco de Kruse, coordenador do Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde da Fiocruz, e Regina Nacif, coordenadora dos cursos de pós-graduação na área de Medicamentos da Biodiversidade de Farmanguinhos/Fiocruz.

 
  •  

O Brasil é o país com a maior biodiversidade vegetal do planeta: há cerca de 60 mil espécies catalogadas. São folhas, flores, raízes e caules que podem ser usados, entre outras coisas, para tratar problemas de saúde. Em 2006, o governo federal criou a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, estratégia que garante à população o acesso seguro e o uso racional dessas plantas, além de promover o desenvolvimento da cadeia produtiva e da indústria brasileira. O programa Bate Papo na Saúde conversa sobre estes temas com Glauco de Kruse, coordenador do Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde da Fiocruz, e Regina Nacif, coordenadora dos cursos de pós-graduação na área de Medicamentos da Biodiversidade de Farmanguinhos/Fiocruz. 

Programa exibido em 25/11/2013.

Instituição: 
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Autoria: 
Canal Saúde

Este portal é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.